20070711

Barcarolle




Dites, la jeune belle


Où voulez-vous aller?


La voile ouvre son aile


La brise va souffler;




L'aviron est d'ivoire,


Le pavillon de moire,


le gouvernail d'or fin;


J'ai pour lest une orange,


Pour voile une aile d'ange,


Pour mousse un séraphin.




Dites, la jeune belle


Où voulez-vous aller?


La voile ouvre son aile


La brise va souffler!


Théophile Gautier, Poésies diverses

7 comentários:

monge e eremita disse...

A poesia é sempre boa companheira e um verdadeiro bálsamo para a alma. Por certo, pensarás como eu, de que, quando o tempo é pouco para não fazer nada, nem sequer de ter o prazer de "ter um livro para ler e não o fazer", a poesia transforma o tempo em liberdade.

Moi, j'adore aussi la poésie.
Vivent les poètes!

monge

avelaneiraflorida disse...

Amigo monge,

Não sei...hoje apeteceu-me recordar a musicalidade das palavras e da poesia francesas!!!!

Como dizes: Vivent les poètes!!!!!

Maria disse...

Esperemos que sim... Quando queremos muito a poesia é verdade, não é? Um beijo, a brisa ainda tarda.

Sam Well disse...

A sonoridade da poesia francesa! Sim, é isso!
Obrigado por este bocadinho...

avelaneiraflorida disse...

Uma língua de que aprendi a gostar , a ler e a sentir...

De vez em quando sinto vontade de a ela regressar!!!!

Ema Pires disse...

Je voudrais habiter au bout du monde, avec l'homme que j'aime.
Bisous

avelaneiraflorida disse...

MOI Aussi...

Mais ce n'est qu'un rêve... la barcarolle n'existe pas!!!!