20071230

Votos...


Quando a chave de toda a criatura

seja mais do que número e figura,

e quando esses que beijam com os lábios,

e os cantores, sejam mais que os sábios,

e quando o mundo inteiro, intenso, vibre

devolvido ao viver da vida livre,

e quando a luz e sombra, sempre unidas,

celebrem núpcias íntimas, luzidas,

quando em lendas e canções

escreverem a história das nações,

então, a palavra misteriosa

destruirá toda a essência mentirosa.


Novalis (1772-1801)
Fragmentos de Novalis

(trad. Mário Cesariny)
Imagem recebida por mail

20071229

este rio...este mar...




A sensibilidade e a arte da Amiga SOPHIAMAR...
sentem-se aqui


Fotografias(C) Sophiamar

A Árvore do Silêncio


Se a nossa voz crescesse, onde era a árvore?

Em que pontas, a corola do silêncio?

Coração já cansado, és a raiz;

Uma ave te passe a outro país.


Coisas da terra são palavra:

Semeia o que calou.

Não faz sentido quem lavra

Se não colhe o que amou.


Assim, sílaba e folha, porque não

Num só ramo levá-las

Com a graça e o redondo de uma mão?


( Tu não te calas? Tu não te calas?!)


Vitorino Nemésio
Imagem retirada de Imagens Google

20071228

novo dia...




As estrelas permanecem quando a noite se muda.

Outras estrelas abastecem o fulgor das noites

que se tornam o verso destes dias. A boca carrega

sílabas de ouro, íntimo ouro que a língua retira

das palavras. No mar que contemplamos nunca existe

o mesmo mar. Nele vivem infinitas formas, infinitas faces.

É outro. O mesmo outro. De uma água

que se esgota na memória. E em nós correm os dias,

as noites, as estrelas. Para aprendermos os gestos

da água e do ouro.


Joaquim Pessoa
in À Mesa do Amor
Imagem(C) C. Vacher

20071227

Lothlorien

Music by Enya

ao acordar...


[...]

Mas basta que me lembre como tu

olhaste para mim mesmo sonhando

mas basta que recorde o que quiseste

dizer-me e nunca me disseste



Para que escreva com o coração

mais um poema em vez duma oração.

[...]



Raul de Carvalho
in Poesia
Imagem(C) fab

20071226

e a propósito...ou não...

Scent of woman - Tango

Libertango

Astor Piazzolla

nos dias...


[...]

Ah, a nossa rede

tão sede e tão mágoa...

Quem foi que a tirou

de dentro da água?

Que dedos inertes

e tão violentos,

secaram as ondas,

rasgaram os ventos,

e à terra , tão lisa

de amorosos laivos,

roubaram a viva

rede de outros lábios...


Raul de Carvalho
in Poesia
Imagem (C) Giancarlo Meccarelli

20071225

Inesquecível

Mario Lanza - "Una Furtiva Lagrima" (1947 - Live)

Guardador de Margens


Enquanto a cidade inteira vai digerindo o seu jantar

E todas as ruas e praças se lavam com essência de luar

Enquanto as estátuas famosas bebem brandies e aveledas

E as tílias se entreolham meigamente nas alamedas


Vou guardando as margens

Velando os lírios do jardim


Enquanto a meia-noite encerra mais uma sessão

E o senso-comum ressona tranquilo e pesado no colchão

Enquanto a cidade inteira lava os dentes e faz toilete

E os taxistas recolhem as sombras que restam da noite


Vou guardando as margens

Velando os lírios do jardim


Enquanto a luz do promontório ensina a costa ao barqueiro

E arde o rum forte no zimbório e traz lucidez ao faroleiro

Vou pondo malha sobre malha com o labor dum tapeçeiro

Palavra, acorde, som, a talha e a devoção dum mestre-oleiro


Vou guardando as margens

Velando os lírios do jardim


Enquanto a cidade inteira vai feliz na sua faina

E o sol boceja na ladeira ao som do martelo e da plaina

Saúdo a bruma e o orvalho e a luz do dia madrugada

Guardo as cartas no baralho meu sono é enfim chegado


Vou guardando as margens

Velando os lírios do jardim


Letra: Carlos Tê
Música: Rui Veloso
Imagem (C) Jorge Eiró

20071224

Hoje...


Imagem (C) Jorge Eiró

Para um AMIGO...


... que hoje faz anos!!!!!
PARABÉNS, PAPAGUENO!!!!!!!
Imagem(C) Monica Stewart

20071222

Sonho eterno


UM LINDO PRESENTE...

deixado pela AMIGA JASMIM...
E que partilho com todos os
que aqui se sentam nesta MESA DE AMIGOS!!!!

Es la mañana llena de tempestad
en el corazón del verano.

Como pañuelos blancos de adiós viajan las nubes,
el viento las sacude con sus viajeras manos.

Innumerable corazón del viento
latiendo sobre nuestro silencio enamorado.

Zumbando entre los árboles, orquestal y divino,
como una lengua llena de guerras y de cantos.

Viento que lleva en rápido robo la hojarascay
desvía las flechas latientes de los pájaros.

Viento que la derriba en ola sin espuma
y sustancia sin peso, y fuegos inclinados.

Se rompe y se sumerge su volumen de besos
combatido en la puerta del viento del verano.


Pablo Neruda

Imagem (C) Jorge Eiró

20071221

"CASTA DIVA"

OPERA - NORMA
Montserrat Caballé

A voz... longe...


[...]

E a voz do mar encheu o céu e a terra

Uma voz que está cheia e que se quebra

E nunca mais acaba.

[...]





Sophia de Mello Breyner Andresen

in Mar, Antologia

20071220

IMPORTANTE...VISITAR!!!



Visitem e conheçam esta INICIATIVA!!!!

É IMPORTANTE!!!

Todos os pormenores Aqui.

neste tempo...


Nada a fazer, amor, eu sou do bando

Impermanente das aves friorentas;

E nos galhos dos anos desbotando

Já as folhas me ofuscam macilentas;


E vou com as andorinhas.Até quando?

À vida breve não perguntes: cruentas

Rugas me humilham.Não mais em estilo brando

Ave estroina serei em mãos sedentas.


Pensa-me eterna que o eterno gera

Quem na amada o conjura. Além, mais alto,

Em ileso beiral, aí me espera:


Andorinha indemne ao sobressalto

Do tempo, núncia de perene primavera.

Confia. Eu sou romântica.Não falto.

Natália Correia

20071219

ESTE É AINDA MAIS DIFÌCIL...Desafio II


não tem sido muito fácil pensar neste DESAFIO deixado pela querida SOPHIAMAR!!!!!


Tenho andado às voltas...o título deixa-me muito"aflita" porque normalmente se conota a palavra "élite" com algo que está próximo de uma minoria "SUPERIOR"...


Eu preferia, muito sinceramente, que fosse uma designação onde constasse a palavra AMIZADE/PARTILHA...



DESTE ESPAÇO, disse a SOPHIAMAR:

A Avelaneira Florida, do bloguehttp://cantaresdeamigo.blogspot.com/ é uma amiga recente. Gosta de poesia como eu, amiga do seu amigo dá a mão, o ombro na hora certa. Estimo-te amiga e há gestos, há palavras que caem no coração e nunca mais de cá saem. Lembras-te daquela noite? A amizade bateu à porta. Abri. Eras tu! Muito Obrigada! É assim que se conhece quem nos quer bem. Além do bom gosto com que selecciona os seus posts há os valores que sobressaem nos seus comentários. Visitem-na. Irão ver que vale a pena! Por tudo isto não posso deixar de considerar o http://cantaresdeamigo.blogspot.com/ um blogue de élite.



Porque, assim generosamente me foi atribuído, assim lhe vou dar seguimento, apontando os espaços ( e que me perdoem TODOS os outros...) que lhe poderão dar continuidade:


AD ASTRA- as palavras, os poemas, as imagens, provam que a AMIZADE não tem DISTÂNCIA. "BRIGADOS" por este cantinho onde nos reencontramos com a partilha de valores e sentimentos. Assim considero este um BLOG de ÉLITE.


BRANCAMAR- Desde a primeira visita que a sensibilidade e o afecto se ramificaram e ganharam estatuto de imprescindível "visitar"!!!! Sempre um renovado sentido de esperança e confiança no amanhã ali se encontra!!! Assim considero este um BLOG de ÉLITE.


BAIRRO do AMOR- O meu Amigo desde tempos atrás...onde encontramos a veracidade da VIDA nas palavras, nos apelos, no bom gosto, nas pistas que partilha!!!! Assim considero este um BLOG de ÉLITE.


CITIZEN MARY- A cidadania no seu estado desperto, consciente, partilhado. Sempre disponível e alertando para questões e problemas de interesse inquestionáveis!!!!! Assim considero este um BLOG de ÉLITE.


O SILÊNCIO CULPADO- Vertical, verdadeira, inteira, essa é a imagem e a certeza que encontramos nas palavras que enchem o espaço desta Amiga. Importante não deixar de visitar!!!! Assim considero este um BLOG de ÉLITE.
As regras são estas, que transcrevo do idealizador deste desafio, do PutsGrilo!com:
Indique 05 blogueiros que você considera ‘de elite’ e explique o porquê de seus votos. A brincadeira é simples! Você capricha no discurso com os 05 ‘moleques’ da blogosfera - eles podem já ter sido indicados por outra pessoa e torce que seja tão eficiente que você seja indicado pelo maior número de pessoas.Como todo o meme, é exigência um link para o blog que o indicou e outro para o criador do meme, neste caso o blog PutsGrilo!com. Os blogs terão até o dia 31 de Dezembro de 2007 para receberem votos. Todos os votos depois dessa data não serão computados. Cada voto deve ser informado o mais brevemente possível por meio de comentários nesta página e somente serão computados votos emitidos por blogs com mais de 01 mês de existência. Além disso, não serão computados votos de uma pessoa para si mesma, claro.Durante o mês de Janeiro todos os votos serão computados e o resultado, divulgado.Além disso, quem ganhar terá um prémio em espécie. Que tal?

Os MEUS FILMES... Desafio I

O amigo Papagueno meteu-me nesta fita...
agora, vou ter de fazer as minhas nomeações:


( Isto é muiiiiiito DIFíCIL, porque vou deixar tantos, mas tantos de fora...)





"Play it again, Sam!"


Paris...a cidade eterna!


Mais palavras para quê???




A beleza na sua total dimensão...




"A" obra-prima ...



Uma versão, mais moderna, e dois mestres da interpretação...

Um filme inesquecível...desde a primeira imagem!!!!



DEIXEM-ME FAZER "BATOTA"...

Mas este ...TEM DE ESTAR AQUI!!!!!!

para continuar este desafio...vamos procurar as fitas de:

infinito pessoal

fragmentos culturais

baobab

Por entre montes e vales

all night long

e...


perseguem-te os cães de ninguém e

por trás da tua cabeça rebenta a luz

que lhes devora a reles pelagem - com um dardo

abre a ferida do ouro que carregas à cintura


Tudo se mantém obscuro na orla das dunas

as mulheres crescem por dentro das miragens

mostram os seios

descem às fontes turvas dos oásis

dormem

envoltas na poeira e na baba dos dromedários


durante a noite um chacal ronda o limite

das imagens -uiva por dentro da pele

deixando pegadas na chamejante madrugada


levanta os olhos e a voz - abre a boca

solta a praga de gafanhotos acidulados pela geada

dos verdes dos azuis das antracites e sorri

ao fechares o pequeno livro da abíssinia



quem anunciará aos vindouros destas paragens

o esplendor do lume por cima da foresta de bisédimo?


Al Berto
in Horto do Incêndio
Fotos Sapo(C) Manuela Pestana

20071218

"L'Inverno"

Antonio Vivaldi

Pela manhã que acorda...


Nasce a Alva Maria,

e o Sol atrás dela,

afastando a noite

de nossas penas.

Nasce a Alva clara,

a noite pisa,

riso o céu irisa,

sua paz declara;

logo o tempo pára

apenas pra vê-la,

afastando a noite

de nossas penas.

Para ser senhora

do céu, levanta

esta jovem santa

sua luz como Aurora;

ela canta, ela chora

divinas pér'las,

afastando a noite

de nossas penas.

Aquela luz pura

do Sol procede,

porque tudo cede

a tal formosura;

a alva segura

já se lhe acerca,

afastando a noite

de nossas penas.


Lope de Vega

in Antologia da Poesia Espanhola das Origens ao Século XIX
( selecção, org., trad.,posfácio e notas de José Bento)
Imagem (C) J. Royo

20071217

La Serinissima

Loreena McKennitt

X-B


Nesta Cidade-Mundo

quem poderá entoar

um cântico de júbilo?


O real

O manto da invenção

Árvores de lágrimas

Florestas de papel

Impotência tudo


Um desvalor

enche nosso coração


Ana Hatherly
Rilkeana
Imagem (C) Paula Rego

A propósito de ÁGUA!!!!!

As restantes imagens...desta campanha encontram-se AQUI!

20071216

ÁGUA...


Imagem (C) Thomas Kinkade

Manhã de domingo...


Salta, discretamente, a página do amor

No Livro de Horas.

Não leias mal o que já leste bem.

Emocionado, choras

A cada passo

E tornas baço

O brilho que ela tem.


Deixa o texto arquivado na lembrança.

Passa adiante e cobre-o de pudor.

No jardim resta ainda tanta flor

Que podes desfolhar

Sem lágrimas na voz!...

Quem soube ter, sabe renunciar...

Há laudas de silêncio em todos nós.


Miguel Torga
Poesia Completa

20071215

Homenagem II

Imagem(C) do filme Canção de Lisboa Graças aos olhares atentos do Papagueno e do José Gonçalves é possível relembrar aqui, também, a menina da franja!!!!!

Faria 100 anos, no dia 14 de Dezembro,
a sempre jovem BEATRIZ COSTA!!!!




Homenagem


A um excelente professor, prematuramente, desaparecido do nosso convívio!
Foi um momento em que estiveram presentes amigos, colegas, e ,mais uma vez, a eloquência e emoção da Senhora PROFESSORA DRA.IRIA GONÇALVES!
Agora...
VALE A PENA LER!!!

20071214

Especialmente para a "nossa" querida G.

Monty Python - Tchaikovsky's Piano Concerto No.1

Migração


Ah

não me venham dizer

oh

não quero saber

ah

quem me dera esquecer


Só e incerto é que o poema é aberto

e a Palavra flui inesgotável!


Mário Cesariny,
Nobilíssima Visão
Imagem(C) A. TATA 2004

20071213

HYMN

Agora...que acabei uma tarefa tão extenuante, convido-vos a ouvir, comigo, VANGELIS!

Nesta renovada manhã...


Com as mesmas palavras do passado,

Digo que te desejo, vida!


[...]



Miguel Torga
in Poesia Completa
Imagem(C) Kandinsky

20071212

Precisamente...um ano atrás!!!!!

Foto (C) Avelaneiraflorida
Caía a tarde sobre os telhados da "minha"Lisboa...

Da janela, procurava um sinal, um gesto, uma recordação da Lisboa da infância!

O silêncio diferente cheirava a desinfectante e ia pesando...

A tarde enchia-se de voos de pássaros e ao longe a árvore anunciava um Natal megalómano!

Para que a ansiedade não fosse muito forte...tentava ler "As Naves de Calígula"!!!!!

Mas, de repente, começaram a cair,umas seguidas às outras, mensagens, chamadas de voz...

O silêncio recolhia-se...e as vozes queridas chegavam e tomavam o seu lugar naquele espaço asséptico!!!!

Um a um, os meus AMIGOS, juntavam-se-me...naquela espera! Acalentavam-me! Davam-me esperança! Estendiam-me as mãos e os corações numa imensa e forte solidariedade!!!!!

A noite ganhou forma. E o quarto ficou cheio de AMIGOS!!!!

Não fiquei sózinha...eles acompanharam o meu (re)despertar para a vida!!!!



Hoje, aqui estou a AGRADECER-LHES!!!!!!

"BRIGADOS", AMIGOS!!!!!

"roubei" este Outono...

" Rapinei-o" a um AMIGO!!!!
Agora, está também aqui ...
e vai espalhar-se, por quem o levar para o seu cantinho...

Foto(C)http://aorodardotempo.blogspot.com/


20071211

The Lady of Shalott

Na madrugada...


Foi aquela tarde um tição

e depois foi violeta

todo o ar. Brancas luzes

cintilaram no céu.

E eu escuro.

Longa noite.

E ao chegar a madrugada

do corpo nasceu a sombra.


Francisco Brines,
A Última Costa
(tradução e introdução de José Bento)
Imagem(C) Jeffrey Jones

20071210

Recuerdos de la Alhambra

Cartas de Outono...


Enquanto dormes constrói-me um rosto de luz, no limbo do teu sonho. Toca-o e acorda-me.

Caminha comigo, peço-te, na inquietação daquele rosto, e nesta alegria suspensa na solidão.


[...]


Al Berto,
Dispersos
Imagem (C) Tamara Lempicka

20071209

Mona Lisa

by Nat King Cole

DISPERSO,O AMOR RECORDA...


Fresco vergel que o vento

da madrugada enflora:


As mãos são como foices

que vão ceifando a aurora.


Disperso, o amor recorda

a vida toda.


Raul de Carvalho
in POESIA


Imagem(C) Jeffrey Jones

20071208

O Outono


O Outono é uma boa estação para gozar o sossego e a paz.

Para todos há trabalho que baste e os dias ainda contam muitas horas de sol.

Os gamos malhados, nascidos da corça, acham abrigo nas moitas vermelhas dos fetos do bosque. Ao soarem os guizos do rebanho de corças, os veados machos correm dos outeiros.

Nos bosques espessos é grande a fartura de doces bolotas.Por toda a lonjura da terra castanha se alongam searas de aveia e cevada.

No pátio em ruínas crescem as ervas e moitas espinhosas de bagas silvestres. E pelo chão se espalha fruta de sumo, madura e pesada.

Grandes avelãs, de bom sabor, pendem aos cachos de aveleiras velhas e bem alinhadas.


in A Perfeita Harmonia

- Poemas Celtas da Natureza
( trad. José Domingos Morais)

Imagem (C) www.blessingscornucopia.com/celtscelticancien...

20071207

AUTUMNAL EMOTION

(Appassionata - SECRET GARDEN)

Para que não fiquem dúvidas...

Eu sei que nem sempre é fácil entender, e aceitar, as palavras antigas...

A propósito da Cantiga que aqui deixei...acho que devo ser justa para com os meus Amigos Trovadores!!!!

Sobre o mar...a saudade... uma das Cantigas de Amigo que, talvez, ainda recordem:





Sedia-m[e] eu na ermida de San Simion,

cercaron-mi as ondas, que grandes son:

eu atendend[o] o meu amigo,

eu atendend[o] o meu amigo!



Esta[va eu] na ermida ant[e] o altar,

cercaron-mi as ondas grandes do mar:

eu atendend[o] o meu amigo,

eu atendend[o] o meu amigo!



Cercaron-mi as ondas, que grandes son,

non hei barqueiro, nem [ar son] remador:

eu atendend[o] o meu amigo,

eu atendend[o] o meu amigo!



Cercaron-mi as ondas do alto mar;

non hei [i] barqueiro, nen [ar] sei remar:

eu atendend[o] o meu amigo,

eu atendend[o] o meu amigo!



Non hei barqueiro nen [ar son] remador;

morrerei eu, fermosa, no mar maior:

eu atendend[o] o meu amigo,

eu atendend[0] o meu amigo!



Nen hei [i] barqueiro nen [ar] sei remar;

morrerei eu, fremosa, no alto mar;

eu atendend[o] o meu amigo,

eu atendend[o] o meu amigo!



Mendinho,
(C.B.N.852; C.V. 438)

sedia-me eu - estava eu sentada

atendendo - esperando

ar - também, tão-pouco

son- sou

mar maior - mar alto

Imagem - ilha de S. Simon ria de Vigo (C) Javi

20071206

Merci..Peregrino!

Papa pourquoi tu cries? -Francis Bernier

Cantiga...

Este exemplo de Cantiga de amor foi deixada pelo amigo JR , neste cantinho.


Para que todos possamos recordar a beleza das palavras antigas...



Sempre que eu vejo as ondas

e as altivas falésias ,

logo me vêm ondas

ao peito pela bela ,

Maldito seja o mar

que faz tanto mal !


Nunca vejo eu as ondas

nem as altivas rochas

que me não venham ondas

ao peito pela formosa

Maldito seja o mar

que faz tanto mal!


Sempre que eu vejo as ondas

e as altas ribanceiras

logo me vêm ondas

ao peito pela perfeita.

Maldito seja o mar

que faz tanto mal!





Rui Fernandes,

Grafia actualizada por Natália Correia
in Cantares dos trovadores galego-portugueses,
ed Estampa

Imagem(C) Cole Weston

20071205

Certezas...no dia!!!



A pão sabem as palavras,

quando a brisa do sul nos roça a cara.

Seguro, nas duas mãos,as tuas mãos

e sob o peito (o teu, o meu), alastram ramos

transparentes que sustêm, na casa,

a trave-mestra, como se a raiz

de cada árvore nos amarrasse

as veias ao destino do coração.




Graça Pires
in Cem Poemas Portugueses no Feminino
Imagem (C) Jeffrey Jones

20071204

GERSHWIN...INTEMPORAL

Rhapsody in Blue -- Part 1

Rhapsody in Blue -- Part 2

Mais um Carinho...


Mais uma vez o amigo José Gonçalves me deixou este MIMINHO tão carinhoso!!!!
Só posso dizer..."BRIGADOS"!
e
Agradecer a todos quantos se reunem nesta MESA DE AMIGOS!

Hoje...e com nevoeiro!!


Manchado de sal, o silêncio escorre-nos na cara.

Os meus olhos tropeçam em raízes antigas

e movem-se-me, na memória, indecifráveis sinais:

marcas de nascimento, lugares e pessoas, gestos

e palavras. É madrugada.Os pássaros evitam

os voos rasantes, porque as últimas sombras

da noite lhes ferem as pupilas.


Graça Pires
in Cem Poemas Portugueses no Feminino
Imagem (C) Jeffrey Jones

20071203

Se tiverem oportunidade...




Não deixem de aceitar este convite!!!!!


De repente...manhã!


A primeira casa de que no silêncio ouvi falar.

A de outrora.De que não mais se fala. O

vácuo.


A seda de que era feito o livro.Um

fundo de Damasco lavrado de figuras

isoladas.


Não falar nunca, no silêncio, sobre a casa.

A que era própria dos sons.Casa

límpida.


para ressoarem os livros.Rever a pluma

e a escrivaninha insólitas. Na cena. Na casa

solitária.


Que volte a ser minha. Que eu alcance a

graça do lugar absurdo. Esse círculo,

ao reler.


Fiamma Hasse Pais Brandão,
Três Rostos
Imagem (C) Jon Foster

20071202

Charlie Chaplin

Tribute (Part 1)

Tribute (Part 2)

Manhã de Domingo...


Eu estava só naquela tarde e tu vieste

de dentro povoar-me de cidade o coração

prometido para o lugar

onde costumamos deixar as palavras

Tinham posto de novo fitas nas árvores

reuniram-se os corpos e as vozes

para todos juntos sentirem

pontualmente a alegria.

E tu pousaste então ó meu pássaro naquele coração

cingido no meio da cidade


Ruy Belo,
Todos os Poemas (IVolume)
Imagem (C) Mário Cesariny

20071201

Novos Desafios!!!!

Com um pouquinho de tempo, vou tentar responder aos DESAFIOS que os AMIGOS têm deixado à minha espera...

Peço desculpa pelo atraso,mas, como tenho dito em alguns comentários, o tempo tem-se subtraído quase inexplicavelmente aos seus deveres de me deixar fazer tudo o que devo!!!!

Assim:



chega-me o DESAFIO de pegar num livro ao acaso, escolher uma página,também ao acaso, bem como um parágrafo:


[...] Isso faz sentido.Ele sempre gostou de barcos.Lembrei-me do barco de Lansquenet, do barco que ardeu.Também me lembro do rosto dele quando aquilo aconteceu, a expressão de quem lutou muito por uma coisa que queria e que depois lhe é arrebatada por uma pessoa mesquinha.[...]


Joan Harris, Sapatos de Rebuçado



Um bocadinho mais dificil!!!! tenho de escrever 10 frases sobre mim (!!!!)

Bom...eu...enfim...


1- Sou do SLB ...pois claro!!!

2- Gosto de futebol!

3- Arrepia-me o mundo do doping!!!!

4- Defendo o fair-play!!!!!

5- O meu "vermelhusco" é o maior...mas a minha cor preferida é Azul!!!!

6- Sou uma perfeita contradição!

7- Perfeita, perfeita...não sou!!!!!

8-Tenho alguns defeitos...mas digo-os baixinho!

9- Por isso gosto do silêncio...entremeado de palavras e música!!!

10- E de RIR, CLARO!!!!!

" Portantos"....MEUS AMIGOS!!!!!!
Agora é a vossa vez! Continuem a partir daqui...