20071209

DISPERSO,O AMOR RECORDA...


Fresco vergel que o vento

da madrugada enflora:


As mãos são como foices

que vão ceifando a aurora.


Disperso, o amor recorda

a vida toda.


Raul de Carvalho
in POESIA


Imagem(C) Jeffrey Jones

10 comentários:

Carminda Pinho disse...

E de recordações também se vive e ama.

Beijinhos

Professorinha disse...

Que não ceifem a vida... essa que é tão preciosa...

Beijinhos

avelaneiraflorida disse...

Querida Carminda,

Também...é verdade!!!!
Um bom resto de domingo!!!

Bjks, Amiga!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Professorinha,

A vida é preciosa por si mesma!!!!

Bjks, Amiga!!!

Brancamar disse...

Sempre tão bom gosto nas pinturas que escolhes e nos poemas concisos e plenos de conteúdo.
Beijinho

Méon disse...

Tanto que é possível dizer sobre o amor. Inesgotável amor...
Obrigado.

avelaneiraflorida disse...

Querida Brancamar,

Sou eu quem agradece a vossa presença...por aqui!
Por isso, aqui estou!!!!

UM BOM DIA!

Bjks, AMIGA!

avelaneiraflorida disse...

Méon, meu Amigo

Inesgotável...sim!!!!

UM DIA BOM, PARA TI!!!!!!

Fátima disse...

Amiga avelaneiraflorida,

O amor é toda uma vida!!!

Bela imagem, as tuas são sempre fantásticas, eu que adoro pinturas e fotografias fico encantada! Parabéns pelas escolhas!

:-) Beijinhos

avelaneiraflorida disse...

Querida Fátima,

Que ao menos eu viva neste cantinho!!! Com os Amigos por perto!!!

Bjkas, Amiga!!!!