20070815

XXV


Dantes deixavas-te sonhar

para ser melodia...

E era o próprio Ar

que te concebia.


Nas noites sem luar

ao céu te prendia

- cabelo a roçar

pela penedia...


Agora és real.

Soas a metal

nos olhos castanhos.


Pastora da Solidão

com lobos no coração

a devorar os rebanhos.


José Gomes Ferreira,
in Eléctrico, Poesia III
Imagem (C) Kristi Ottem Langeland

4 comentários:

Ema Pires disse...

Bom dia querida Avelaneira,
Tenho muito que ver no teu blogue; quantas coisas lindas enquanto estive de férias! Mas já irei lendo a pouco e pouco.
Beijinhos

avelaneiraflorida disse...

Querida Ema,
Bem vinda!!!! que o tempo de férias tenha sido de repouso e alegria!!!!

BJKS

Sam Well disse...

O JGF da ternura desesperada...
Obrigado!

avelaneiraflorida disse...

Sam,
o JGF que sempre tem estado a meu lado...