20070622

Luar


Toma-me ó noite em teus jardins suspensos
Em teus pátios de luar e silêncio
Em teus adros de vento e de vazio.
[..]

Sophia de Mello Breyner Andresen, Cem Poemas de Sophia
Imagem(C) Blue Nude, Picasso

4 comentários:

papagueno disse...

tão lindo! E a imagem, só podia ser Picasso.
Quando puderes passa pelo Bairro, deixei lá algo para ti.

Professorinha disse...

Não conhecia este quadro de Picasso... E também não me é familiar a poesia da Sophia, embora tenha estudado Os Contos Exemplares. Vou mesmo ter que investigar essa poesia pois esta é linda.

Beijos

avelaneiraflorida disse...

Professorinha...

Obrigado pela visita!!!!
Espero que esteja mais animada!!!!!
Força, SEMPRE!!!!

Sophia é um mundo a descobrir!!! Uma poesia imprescindível...
Espero que a "descubra" e GOSTE!
Bjks

avelaneiraflorida disse...

Papagueno...

Que hei-de dizer?????

Vou tentar corresponder, mas fico sempre um bocadinho "aflita" com estas coisas de "nomear" alguém!!!!

Mais uma vez..."BRIGADOS"!!!!

Bjks