20070612

Estas SOMBRAS existem...

Imagem (C) REUTERS, Trabalho Infantil

Estas, e outras, SOMBRAS continuam a existir no NOSSO MUNDO...

Mas persistimos em não vê-las!!!!


7 comentários:

Blondie disse...

Há determinadas realidades tão horriveis que eu dou por mim a sentir-me envergonhada por ser humana. É um sentimento estranho, mas não consigo deixar de sentir isso, sempre que vejo e tomo conhecimento de certas atrocidades.

Bjs

avelaneiraflorida disse...

E fechamos os olhos...e passamos para o dia seguinte!!!!

JMD disse...

Posso dar uma opinião, Avelã? ( "...mania, tá sempre a dar bitaites!"...)

A sério, pois o assunto é-o!

Parece-me que a questão não está em nós vermos e passarmos adiante. Isso cria-nos culpa improdutiva, primeiro passo para fecharmos os olhos.A questão é de poder. Quem pode fazer algo? Em que medida? A complexidade social é de tal modo grande que, mesmo quem está nos Governos sente-se por vezes impotente. Há um egoísmo social que é mais poderoso do que tudo o resto.
Que mais poderemos fazer pelas crianças do Darfur? Ou do Bairro das Furnas? Muito pouco, em termos de resultados imediatos. Mas faremos muito - e é o que está ao nosso alcance! - se fizermos diariamente o trabalho de educação de mentalidades dos que estão perto de nós.

Este blogue, por exemplo,e tantos outros; e o trabalho nas aulas; com os encarregados de educação; nas colectividades; nos nossos jornais regionais, etc, etc...Isto já é o que está ao nosso alcance e significa que vemos e não calamos.
Continuação deste empenho, Avelã!
Bj

avelaneiraflorida disse...

"Brigados" pela opinião!!!!
De facto, podemos fazer alguma coisa junto dos jovens com quem trabalhamos...ao contrário do que possa parecer, eles estão receptivos!!!!
È isso que ainda nos faz ACREDITAR!!!

Jorge Alves disse...

Pouco a pouco as pessoas vão ficando cada vez mais alertadas para este tipo de situações.

inês leal, 31 anos à volta do sol disse...

o Mundo ainda tem muito que caminhar e aprender, infelizmente.
mas o futuro chegará, um dia. e nele, não haverá mais crianças feitas comércio, nem crueldade a verter dos olhos e das mãos de tanta gente, nem corações desfigurados.
e, se não podemos, de facto, mudar o mundo de uma vez para sempre, que o façamos migalha a migalha, como quem semeia almas novas e verte Esperança pelo caminho.

*

avelaneiraflorida disse...

Jorge Alves e Inês Leal

"Brigados", também, pelo vosso optimismo e crença no futuro!

Precisamos de continuar a ACREDITAR!