20080217

"rimas do mar profundo"...


I
Os teus olhos

Pretos, pretos

São gentios,

São gentios da Guiné


Ai da Guiné

Por serem pretos

Da Guiné por serem pretos

Gentios por não terem fé


II

Os teus olhos

São brilhantes

Semelhantes

Aos luzeiros que o céu tem


Os olhos pretos

Eu preferi

E nunca vi

De cor tão linda em ninguém


III

Os teus olhos

São capelinhas

São capelinhas

Onde diz missa o luar

Ai os meus olhos

São andorinhas

São andorinhas

Que vão à noite rezar


cantar açoriano
Imagem retirada de GOOGLE IMAGES

12 comentários:

Jose Gonçalves disse...

Continuo a recordar...
Obrigado amiga
Um abraço de muita amizade
José Gonçalves

avelaneiraflorida disse...

Amigo José Gonçalves,

ontem eles cantaram-no tão bem!!!!

Bjkas!!!!

samuel disse...

Tirando a terceira parte, é exactamente a versão que eu canto.
Obrigado pelos olhos "pretos" em vês dos "negros" em que tantos insistem. Negro não é cor. Nem de olhos nem de coisa nenhuma... costumo dizer em favor dos "Olhos Pretos".
Canção lindíssima!

Maria disse...

E eu leio e canto, ao mesmo tempo.....

Beijos

Fátima disse...

Amiga avelaneiraflorida,

Lindo...

:-) beijos

Ad astra disse...

:D...
e conheçes a música amiga?

é tão linda...

beijinho

papagueno disse...

A letra é bem bonita só tenho pena de não conhecer a música.
Bjks

avelaneiraflorida disse...

Amigo Samuel,

Concordo inteiramente!!!!!
Olhos pretos, sim!!!!

e cantados com sentir...

Bjkas!

avelaneiraflorida disse...

Amiga Maria,


e somos duas....

Ontem, fomos muitos!!!!!!

Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Fátima,

na nossa música tradicional há verdadeiras pérolas!!!!!
esta é uma DELAS!!!

Bjkas!

avelaneiraflorida disse...

Querida Ad Astra,

E podia desconhecer semelhante música????

Acho que a sei desde miúda...
Bjkas!

avelaneiraflorida disse...

Amigo Papagueno,

Que não seja por isso...

ela vai aparecer por aqui!!!!

Bjkas!!!