20080206

A ÁGUA AZUL DA CEREJA


Cairá alguma cereja antes que cedo se dê e co cuidado

deixará os ramos enquanto nos lábios acolho a sua cor.

Desvanecido estendo a noite deito o silêncio e adormeço

na água azul da sua cor.


José Bebiano,
Para Cá das Aves II, 1982
Imagem (C) piersidegallery.com

18 comentários:

Ad astra disse...

Ora cá está u autor que não conhecia
E que imagem tão onita que aqui colhem meus olhos, logo pela manha

Um beijinho amiga

APO (Bem-Trapilho) disse...

que bonito!!!
tanto as palavras como a imagem.
bjinhos

Maryeelle disse...

Comigo...adormece..comigo
vem dormir comigo
amigo
vem...e fica
assim, leve, calmo, em paz
na tua palavra sábia
no meu texto cuidado
fica no meu peito e faz
a minha alegria ainda...

gata disse...

Na segunda-feira ao final da tarde no supermercado do meu burgo vi cerejas... Cerejas em Fevereiro?! Já nada é o que era...

avelaneiraflorida disse...

Querida AD ASTRA,

Ainda bem que consigo surpreender os meus Amigos!!!!!
senão deixariam de me visitar!!!!
LOL!!!!!!

Bjkas,amiga!!!

avelaneiraflorida disse...

APO,

e como as cores te fascinam, não é????
E adoro as coisas lindas que fazes com elas!!!!

Bjkas!!!!

avelaneiraflorida disse...

Maryelle,


Bem vinda a esta Mesa de Amigos!!!
Volte sempre!!!
Bjkas!!

avelaneiraflorida disse...

POis é amiga!!!!
Cerejas, cerejas são as da COVA DA BEIRA!!!!

Maravilhosas, sumarentas...
Tudo o mais não existe!!!!

Bjkas!!!

JOY disse...

Olá amiga

Passei para lêr um dos bonitos poemas que costumas postar,gostei imenso da imagem.

Beijinhos
JOY

avelaneiraflorida disse...

Amigo Joy,

Brigados pela presença e pelas palavras amigas!!!!!

bjkas!!!!

Sophiamar disse...

Bonitas as cores, belas as palavras, excelentes escolhas. Tanto carinho na execu�o destes posts!

Beijinhosssss

avelaneiraflorida disse...

Querida Sophiamar,

Quero que os meus Amigos aqui se sintam bem...só isso!!!!

Bjkas, amiga!!

monge disse...

Olá amiga avelaneira

efectivamente nada melhor do que, antes de adormecer, passar pelo teu cantinho e vermos que podemos estender a noite e deitarmos o silêncio. bonito!!

bj

monge

Brancamar disse...

Sempre surpreendenre Avelaneira! Poemas singulares como este que nos obrigam a mergulhar bem fundo nas palavras, são um excelente exercício mental e espiritual.
Não conhecia o poeta e adorei: "...estendo a noite deito o silêncio e adormeço na água azul da sua cor." Assim eu vou dormir com sonhos azuis que é a minha côr favorita.
Obrigada.
Beijinhos

avelaneiraflorida disse...

Amigo monge,

quando é preciso buscar o amparo dos poetas...eles não nos faltam!!!

Uma boa noite!!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Brancamar,

e que outra cor além do AZUL?????

Eu acho que, se pudesse escolher uma cor...seria, sem dúvida o Azul!!!!
mesmo que em matizes...mesmo que em diferentes texturas...MAS SEMPRE, SEMPRE AZUL!!!!

Bjkas!

Maria disse...

é bonito?
é bonito, é bonito e é bonito!!!!
Em AZUL!!!!!!

Beijo

avelaneiraflorida disse...

Amiga Maria,


e não fosse...AZUL??????!!!!!

UM BOM DIA!!!!

Bjkas!!!!