20080103

Viemos sonhar


Assim deixou dito Tochihuitzin,

assim deixou dito Coyolchiuhqui:

De repente saímos do sonho,

só viemos sonhar,

não é verdade, não é verdade

que viemos viver sobre a terra.

Como erva na Primavera

é o nosso ser.

O nosso coração faz nascer, germinam

flores da nossa carne.

Algumas abrem as suas corolas,

e depois secam.

Assim o deixou dito Tochihuitzin.


in Quinze Poemas Aztecas
( antologia poética)
Imagem(C) Diego de Rivera

4 comentários:

Fátima disse...

Amiga avelaneiraflorida,

Assim se vive a plenitude!

:-) Beijinhos amiga

avelaneiraflorida disse...

Com a sabedoria dos ANTIGOS!!!!!

Bjkas,Amiga!!!

Fragmentos Culturais disse...

Eu adoro a civilização azteca! E achei lindo o poema aqui publicado que encerra grande sabedoria!

Diego de Rivera o intenso amor de Frida Kahlo!

Sensibilizada pelo olhar amistoso poisado em 'fragmentos'!

Bom domingo de Reis!
Um beijo

avelaneiraflorida disse...

Fragmentos,

"Brigados" pela presença e pelas notas que aqui deixas!!!!
Não as coloquei para não sobrecarregar o poema...mas escolhi Rivera , para lembrar !!!!

Um bom domingo, também!!!!
Bjkas!!!!