20080131

Soneto


Aquela triste e leda madrugada,

Cheia toda de mágoa e de piedade,

Enquanto houver no mundo saudade

Quero que seja sempre celebrada.


Ela só quando amena e marchetada

Saía, dando ao mundo claridade,

Viu apartar-se d'ua outra vontade,

que nunca poderá ver-se apartada.


Ela só viu as lágrimas em fio,

Que duns e doutros olhos derivadas,

S'acrescentaram em grande e largo rio;


Ela viu as palavras magoadas,

Que puderam tornar o fogo frio

E dar descanso às almas condenadas.


Luis de Camões
Imagem de Google Images

10 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Avelaneiraflorida
"Aquela triste e leda madrugada" é um soneto duma beleza indescritível e inesquecível.
beijinhos

Brancamar disse...

Por mais que repetido sempre belo!
Camões sempre tão profundo, sempre único e inigualável.

Querida amiga, logo volto. Tu tens uma produção vertiginosa e a minha energia tem andado perdida. Depois de um descanso obrigatório de 4 dias estou a ficar novamente renovada e espero vir recuperar o que ainda não li.
Beijinho grande

Maria disse...

Não dá para ler sem ouvir ao fundo a voz do Adriano a cantar....

Beijinhos

Maria disse...

Recuperar Camões e encontrarmos os nossos sentires tão bem explicados e chorados... Um beijo.

Ad astra disse...

Sabes que este foi o primeiro poema a sério que li, logo seguido do "Amor é fogo..."?
Tinha prai uns 9 anitose ainda me lembro do que senti...e e os ter decorado porr tantas vezes o ter lido.
Tu fazes-me viajar..
beijoca

santiago disse...

não sei, será impressão minha mas Camões anda hoje um bocado esquecido, posto de lado. nunca é demais.
os poemas são lindos. mas recordo que no liceu os Lusíadas era grande estopada. depois nunca mais lhes peguei...nem devia dizer, é uma vergonha.
um beijo

Carminda Pinho disse...

Nunca é demais dizer que, a poesia de Luis de Camões é bela. Aqui está mais um exemplo.

Beijos

Méon disse...

Foi há séculos? Foi ontem?
Camões viu, sentiu... e soube exprimir.
Os grandes poetas falam por nós...

Fátima disse...

Amiga avelaneiraflorida,

O nosso tão amado Camões!! A saudade...

:-) Beijinhos Amiga

papagueno disse...

Um dos poemas mais conhecidos do imortal poeta.
Bjks