20080117

RECADO...COM PALAVRAS!!!!!


Palavras que não morrem. Nunca morrem

se um homem as disser sempre de frente.

Palavras que não morrem.Nunca morrem

porque são a razão de quem as sente.


Palavras. Todas elas do meu povo.

Amigas. Companheiras.Namoradas.

E são o canto antigo. O canto novo

de quem não as quer ver amordaçadas.


Palavras que são vento. E tempestade.

Palavras que são sol. E são abrigo.

Verdade. Amor. Poema.Liberdade.


Palavras que são arcos. E são setas.

Com elas se defende uma canção.

As palavras são as armas que os poetas

devem fazer passar de mão em mão.


Camões lutou com elas. E por elas.

Junqueiro perfilou-as. E Cesário

abriu todas as portas e janelas

e veio à rua escrever como um operário.


As palavras do sangue. Essas palavras

que são a tua foice. O meu poema.

Palavras de suor quando tu lavras.

De alegria se escrevo e vale a pena.


Palavras que te dizem: estou aqui.

Palavras que me doem. E que eu canto.

Palavras com raíz no meu país

e que já doeram. Mas não tanto.


Palavras que não gosto de dizê-las

assim feridas. E tu amor não digas!

Palavras encarnadas. Estou a vê-las

em Maio que é o mês das raparigas.


São palavras de fogo. Mas não ardem.

Palavras simples. Do meu cantar de agora.

São palavras. Amigas que não partem.

E ficando resistem à demora.


Palavras que não morrem. Nunca morrem,

E são a minha voz. A minha gente.

Palavras que não morrem. Nunca morrem

se um homem as disser sempre de frente.


Joaquim Pessoa,
As palavras do meu canto
Imagem(C) Stephanie Poulin

30 comentários:

Fátima disse...

Amiga avelaneiraflorida,

As palavras são tudo o que nos explica, para conseguirmos chegar mais além!
Boa escolha!

:-) Beijinhos

avelaneiraflorida disse...

Ai. querida Fátima,

mas esta é uma escolha de "raiva"!!!!!!!
Ao menos arremesso palavras...

Bjkas, amiga!!!

GATA disse...

"Palavras que não morrem. Nunca morrem / se um homem as disser sempre de frente / Palavras que não morrem. Nunca morrem / porque são a razão de quem as sente."

Mas INFELIZMENTE há muitas PESSOAS que não dizem NADA, nem sequer de trás! Quiçá porque não sentem NADA!

Maria disse...

Este homem brinca com as palavras, até nas palavras das cantigas.....
Excelente escolha.
Obrigada, Avelaneira.

Beijinhos

Brancamar disse...

Belíssimo poema de Joaquim Pessoa, a fazer-me lembrar um outro muito parecido de Manuel Alegre. Vários poetas têm escrito sobre o valor das palavras. Umas são doces e ternas, outras espadas, punhais. Mas, como diz Joaquim Pessoa nunca morrem se um Homem as disser sempre de frente e as palavras dos poetas são sempre vivas, transparentes,cheias de simbolismo e de sonho, porque é do sonho que nasce a vida; outras vezes com profundo sentido da realidade mas ainda assim metafóricamente belas.Quantas vezes são também palavras de combate e uma arma que fez e faz transformar sociedades.É de tudo isso que nos fala este poema ao dar-nos o sentido da importância única das palavras desde que digam alguma coisa no momento oportuno.
Ena!Já me alonguei demais.
Mil beijinhos

Ad astra disse...

Boa amiga, que bela escolha.

beijinho

multiolhares disse...

Palavras que não morrem
Que não podemos deixar morrer
Transmitem o sentir
De todo o ser
Beijinhos
luna

monge disse...

Olá avelaneiraflorida

Que feliz arremesso este!
E mais palavras para quê, quando o poeta, de uma assentada lhe encontrou o seu maior significado?! Dizem que as palavras são de quem as diz. Será? Não serão de quem as sente? E os poetas, esses astutos e corajosos bardos, mais não fazem do que despertá-las em nós? Talvez!
Ainda assim ficamos sem saber, se são as palavras que estão dentro de nós, ou se nós somos a sua alma e a sua carne.

bj

monge

Vieira Calado disse...

É uma bela dissertação sobre as palavras.
Cumprimentos

vsuzano disse...

as palavras valem muito, mas gostei foi do teu avatar.... coitado do munch.... rsrsrs ....

já devolveste o quadro?

Jose Gonçalves disse...

As palavras são o principio e o fim de muita coisa. Muita coisa nasce e muita coisa morre com palavras. Depende de quem as diz e de quem as ouve.
Um abraço
José Gonçalves

avelaneiraflorida disse...

Querida gata,

para já não falar das que mascaram, deturpam, conspurcam as palavras!!!!

bjkas, amiga!!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida maria,
exactamente!!!!

lindas cantigas usaram as palavras deste poeta. Recordo, por exemplo, uma delas : ALCÁCER QUE VIER!!! que, se não me engano, era cantada por Carlos Mendes...

Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Brancamar,

tens toda a razão no que dizes!!!! Talvez por isso fui buscar este poema! Apetece-me atirar palavras a certas "pessoas"que andam por aí a tomar "decisões"...

Bjkas, amiga!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Ad Astra,

apenas uma forma de sentir...e hoje sinto-me nas palavras de Joaquim Pessoa!!!

Bjkas, amiga!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Luna,

as palavras não podem morrer...SIMPLESMENTE!!!

Bjkas!!!!

avelaneiraflorida disse...

Amigo monge,

sem tirar nem pôr!!!!! Exactamente!!!!

somos nós que usamos as palavras dos poetas!!!!

bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Caro Vieira Calado,

"Brigados" pela presença!!!!
palavras de poetas...de todos nós!!!!

Victor disse...

Querida Avelaneira Florida
Joaquim Pessoa é desde há muitos anos o meu poeta preferido e há muito que dele nada sei.
Quantas noites, quantas tertúlias vividas na emoção das palavras escritas e ditas pelo Joaquim e pelo Ary.
Que falta que fazem para uma desobediência consequente.
Beijinhos.

avelaneiraflorida disse...

caro vsuzano,

pois, o Munch ainda não sabe, mas o meu avatar é mais bonito que o quadro dele ...e não grita tanto!!!!

Volte sempre!!!

Sophiamar disse...

Imperdível o teu cantinho. Tanta poesia ao meu gosto!
Bem hajas!

Beijinhossssss

avelaneiraflorida disse...

Amigo josé Gonçalves,

de facto!!!!
mas a falta de palavras também pode matar!!!!
Ou as palavras violentas!!!

bjkas, amigo!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Sophiamar,

"brigados" pela tua generosidade!!! Palavras amigas...que sempre aqui deixas!!!
Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Amigo Victor,
EXACTAMENTE!!!!!

UMA DESOBEDIÊNCIA CONSEQUENTE!!! Assino por baixo!!!!

Bjkas!!!

samuel disse...

Bela pontaria, Avelaneira!

Tenho estado e vou continuar nos próximos dias, a fazer arranjos musicais para quatro canções sobre os Descobrimentos, todas com versos do Joaquim Pessoa e música minha.
As cantigas já têm uns anos mas vão agora fazer parte de um outro projecto, daí os novos arranjos.
Obrigado! Por qualquer razão, este post ajuda...

santiago disse...

um belo poema.

e seria bom...

Carminda Pinho disse...

Palavras são vida, mas se mal usadas podem ser a "morte" de qualquer um.
Servem para afagar, mas também para afastar.
Há que ter cuidado com elas, com as palavras.

O poema do Joaquim Pessoa é muito bonito.

Beijos

avelaneiraflorida disse...

Amigo Samuel,

confirma-se!!!!!
Eu lembro-me de si, das suas canções!!!! tenho andado"desconfiada" mas agora...confirmo!!!!
Que bom que vai trazer coisas que precisamos de ouvir!!!!
E quando vai ser???? Onde???? Podemos saber????
Bjkas!!!!

avelaneiraflorida disse...

Caro Santiago,

Bom, vê-lo por aqui!!!!
Volte sempre!!!!
bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Carminda,

sei bem o que dizes!!!!
Mas usemos as palavras...no caminho para o coração!!!!
bjkas, amiga!!!