20080329

Quem me roubou...


Quem me roubou o tempo que era um

Quem me roubou o tempo que era meu

O tempo todo inteiro que sorria

Onde o meu Eu foi mais limpo e verdadeiro

E onde por si mesmo o poema se escrevia


Sophia de Mello Breyner Andresen
in Cem Poemas de Sophia
Imagem (C) Kristina Abraham

16 comentários:

papagueno disse...

Será que alguém rouba o tempo ou é ele que foge?
Bjks

MassaMansa disse...

Perdoa-lhes Patrícia, porque eles não sabem o que fazem!

Fátima disse...

Amiga avelaneiraflorida,

O tempo... quase que não sei o que isso é!
Imagem lindíssima!

:-) Beijos

alfa disse...

O salto ao pomar de alperces dourados. A tarde cheia de nada passada à sombra fresca de uma árvore serena. O saber esperar. O não saber esperar. A revolução do espírito e das dúvidas que no corpo se agitam. A contemplação da graciosidade da vida. A preocupação pela rudeza da vida. A esperança de um regresso que nos acompanhe nos caminhos que percorremos sozinhos. O amor indescrítível às coisas e aos seres. Os saquinhos de cheiro de alfazema seca. A conversa interminável à volta de uma chávena de café. A feliz banalidade dos dias. A infeliz banalidade dos dias. O gosto de amoras maduras que se ocultam nas silvas do caminho. O lamento do tempo que não regressará nunca mais.

avelaneiraflorida disse...

Amigo Papagueno,

seja de que modo for...ele "some-se" de forma cada vez mais rápida!!!!
Bjkas!!

avelaneiraflorida disse...

Massamansa,

Bem vindo a esta Mesa de Amigos!!!
Visitarei em breve o seu cantinho!!!
Volte sempre!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Fátima,

Por vezes apetecia-me cristalizar o tempo...ou fazer rewind!!!!!
Mas nem por artes mágicas sou capaz de o prender!!!

bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Alfa,

de facto são imensas as proposições do tempo. Dessa variedade infinita encontramos os momentos e neles existimos!

Professorinha disse...

Mas que post mais adequado ao meu estado neste momento... QUem me rouba o tempo que é meu?... O tempo foge-me sem eu dar conta...


Beijinhos

comecardenovo disse...

Olha que eu acho que o tempo é que foge de nós... Não te descuides, aproveita-o bem.
Um bj e bom fim-de-semana

Carminda Pinho disse...

Às vezes somos nós próprios que nos roubamos o tempo, gastando-o com inutilidades e ele, o tempo, nunca volta atrás.

Beijos amiga.

António Inglês disse...

Avelaneiraflorida

O tempo anda-nos sempre avançado e não sei se o roubam ou se é ele que não se deixa agarrar.
Estou de volta como repara, por isso vim aqui desejar-lhe um óptimo domingo.
António

avelaneiraflorida disse...

Querida Professorinha,

este tempo agora é uma PRESSA!!!
Não consigo...por mais que queira... adaptar-me !!!!
BOM RESTO DE FIM DE SEMANA!!!
Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Começardenovo,

Eu tento...mas....
VEREMOS!!!

bjkas!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Carminda,

Não , nunca volta!!!!
Mas é uma reacção que não consigo controlar!!!
A sério!!!!
Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Amigo António,

"Brigados"!!!!!
Que seja para si e para os seus...UM BOM FIM DE SEMANA!!!
eu vou tentar que seja...
Bjkas!!!