20080323

andando no dia...


[...]

As tuas pálpebras enxugam o ouro, folheiam

a amizade.Tomas-te a ti mesmo em movimentos obscuros,

prodigiosos, vês com a memória o púcaro de água no deserto.

Abres também tu a porta do maior dos rios, és uma criança que bebe

a extraordinária transparência dos cometas.

Vogas, como essa palavra que guardas diluída na água.

O rio está em ti.

[...]


Joaquim Pessoa
in Nomes
Imagem(C) Williwm Barnes

6 comentários:

Fragmentos Culturais disse...

Sempre atenta aos poetas portugueses, 'Avelaneira'!
Joaquim Pessoa é um poeta pouco lido/divulgado, mas de grande sensibilidade! Foi bom relê-lo!

Sensibilizada pelo teu olhar sempre tão atento em 'fragmentos'!

Votos sinceros que 'tudo' tenha voltado à 'normalidade'...

Serena semana!

Beijos

Carminda Pinho disse...

Minha querida Avelaneira,
como diz Joaquim Pessoa, "o rio está em ti"...em nós,digo eu...

Beijos

Brancamar disse...

O rio está em ti..., solta-o e deixa-o correr para o mar...
Bjs

avelaneiraflorida disse...

Fragmentos,

"BRIGADOS" pelas tuas palavras de incentivo e amizade!!!!
Que a VIDA te sorria!!!!
BJKAS!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Carminda,

Nem que seja um regato...essa água está em nós...e dá-nos vida!!!

Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Brancamar,

Sim, deixemo-lo correr e encontrar o mar imenso...
Bjas!!!