20080315

e o dia nasce...


Pela poesia uma pequena corça chegou esta manhã

e na folha o seu novo nome cheirou.

Mas assustou-se ao tocar com os brancos dentes

na água azul das ervas e não foi mais que um céu

no chão o que ao de leve molhou o seu focinho



José Bebiano,
Para Cá das Aves, III

2 comentários:

Méon disse...

"água azul das ervas"...

Pequena jóia na manhã triste...

avelaneiraflorida disse...

E que a jóia possa ser o sol do dia!!!!!