20080327

O teatro de DOM ROBERTO...

Senti saudades. Hoje senti-as de modo diferente. De tardes quebradas pelo atropelo de miúdos e graúdos a descer a rua.Vozearia, risos, e no meio de toda aquela parafrenália um homem trazendo às costas uma armação de madeira com remendos de cor.

A tarde agitava-se. A obrigatória sesta passava ao mais vivo e desperto olhar de ansiedade. Num ponto mais central da rua o homem desaparecia dentro daquela espécie de biombo tapado de todos os lados que abanava ao mais leve encontrão.

De repente tudo deixava de existir.No alto do pano surgia uma cabeça e , depois logo outra, numa discussão gritada!!!! E em sucessivo diálogo, todas as entoações eram permitidas aos bonecos que invariavelmente terminavam as suas conversas em cabeçadas e perseguições....ainda mais acicatadas pelos gritos do público!!!

O encantamento da história não era quebrado mesmo que o enredo se tornasse, por vezes, repetitivo. Mas a cena que verdadeiramente entusiasmava os assistentes era a tourada!!!!!

Sim, o touro negro que surgia varrendo a cena e o forcado impante no seu desafio...

Aí o biombo quase se transformava numa arena de combate único. O touro tinha não só de enfrentar o seu desafiador como também todos os assistentes que faziam alarde da sua valentia e efémera temeridade!!!!

Mas atingido o auge da festa...logo aquele rectangulo de pano se voltava a transformar. Dele saía um homem, suado, de olhar triste, que estendia a mão aos presentes por um tostão.Dom Roberto e seus pares tinham-se eclipsado na tarde.

Voltava a modorra quente do verão...


encontrei-os hoje aqui: Tenda non stop Janeiro 2007

Fizeram-me recordar a infância. Deixaram-me saudades.

24 comentários:

Fragmentos Culturais disse...

Vim desejar-te uma excelente noite de teatro neste 'Dia Internacional do Teatro'!

Sensibilizada pelo olhar em 'fragmentos'!

Abraços,

... sem dúvida! Outra 'expressão cénica' que está em vias de extinção!

Ah! Tentei responder às tuas interrogações que têm toda a pertinência!

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá amiga, saudades para mim também... Muitas... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

avelaneiraflorida disse...

Fragmentos,
"Brigados" pela presença!!!!

Seria interessante uma conversa sobre este tema TEATRO!!!
Bjkas!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Fernandinha,

Que bom estar aqui na nossa MESA!!!
Bjkas!

samuel disse...

E toma, toma, roma, toma toma...
Até à exaustão.
Grande teatro, grandes enredos!
Pelo menos eu achava... :)

Abreijo

avelaneiraflorida disse...

Amigo Samuel,

era exactamente assim!!!!
"Pancadaria de criar bicho"...mas o público delirava!!!!

Breijkas!!!

Maria disse...

Que saudades! Lembro-me bem de os ver, até na praia, faziam apresentações regulares aos fins-de-semana, em três pontos do areal. E o que nos ríamos e o que chorávamos (sobretudo o que sentíamos) com estes mágicos. Há momentos que se não devem perder. Ainda bem que a arte continua.

Beijinho.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Avelaneiraflorida
Também eu fiquei com esse sabor a nostalgia. Como eu adorava esses tempos....

Beijinhos

oceanus disse...

E, para hoje em especial...e que seja um sempre...

-Viva o Teatro!

bjs

Sophiamar disse...

E fizeste-me viajar no tempo. Um regresso a uma inf�ncia feliz, muito diferente da de hoje, em que a vinda da feira era desejada. Dia de festa na vila. E os t�o desejados robertos chegavam � tardinha. Era a hora da crian�ada! A noite era para os adultos.
Tantas saudades!

Beijinhossssss

amigona avó e a neta princesa disse...

Minha querida, vim só matar saudades...logo voltarei...beijos...

triliti star disse...

sim, também vi...

mais uma "coisa" que se perde...

a inocência? deslumbrada e cúmplice da miudagem...



agora,

os computadores

os telemóveis

as pipocas nas salas de cinema.



(sinto-me um velho do restelo).

maria_maia disse...

Eu vim de longe
de muito longe
e até nem sei ondéquestou...

Vim só dizer-vos
QUERO dizer-vos
uma por dia :)
RECOMEÇOOUUUUU!!!!

santiago disse...

lembro-me tão bem, mas parte da magia era-me negada pois via tudo da janela do 2º andar onde morava e, o homem montava sempre o teatro lá por baixo.

papagueno disse...

O velho teatro de marionetas de rua é uma das boas tradições que se está a perder.
beijos

avelaneiraflorida disse...

Querida Maria,

é verdade!!!!! Na praia!!!!!!!
De repente, relembro!!!!
BRIGADOS!!!!!
Mais uma recordação!!!!
Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Lídia/ Silêncio,

e era tão saudável aquela gritaria e aqueles risos!!!!
Sabia tão bem a vida...
Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Oceanus,

que sempre seja o TEATRO!!!!
Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Sophiamar,

nesse aspecto eu era beneficiada...na rua,na praia, vi-os regaladamente e muitas vezes!!!!
Bjkas!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Amigona,

Bem vinda!!!!!!!
Que tragas contigo ALEGRIA!!!!
Bjkas!!!!

avelaneiraflorida disse...

Triliti Star,

Bem vindo a esta Mesa de Amigos!!!!!

Concordo plenamente!!!! Não teríamos objectos tão "sofisticados" mas tínhamos algo muito precioso...TEMPO!!!!!!
E isso fazia-nos felizes!!!!
Volte sempre!!!

avelaneiraflorida disse...

maria_maria,

Bem vinda a esta Mesa de Amigos!!!
Visitarei o seu cantinho, brevemente!!!!
Volte sempre!!!

avelaneiraflorida disse...

Amigo Santiago,

Bem vindo!!!!!!!

Pois, isso era mesmo estragar o espectáculo todo!!!!
Mas na minha rua, os miúdos vizinhos não se aguentavam em casa!!!!
Desarvoravam mesmo para a rua!!!!
Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Amigo Papagueno,

INFELIZMENTE!!!!
Por isso esta descoberta hoje...me fez recordar tanta coisa!!!

bjkas!!!