20080313

...


Na ave que passou
Recolhi o quê?
[...]
Vitorino Nemésio
in Eu, Comovido a Oeste

Imagem(C) Jorge Castro

10 comentários:

papagueno disse...

A alegria s� por elas existirem. bjks

gata disse...

E na GATA que (aqui) passou, recolheste o quê???
Uma turrinha!!! :-)

JOY disse...

A Imagem da beleza do seu voo.

Fica bem
Joy

Bichodeconta disse...

Em cada ave que passa esvoaçando guiardo sempre o sabor da liberdade.. Um abraço, ell

Ni disse...

De certeza o que na altura te fazia feliz...

Bjinhos

samuel disse...

Umas vezes o vôo, noutras uma pena...

Abreijos

Brancamar disse...

A alegria da liberdade e da beleza do seu voo...
De repente lembrei-me de Fernão Capelo Gaivota...
Vim deixar-te um beijinho.
Branca

santiago disse...

ficou-te a memória desse voo...

Carminda Pinho disse...

As saudades de alguém que está longe...?!

Bjs

Maria disse...

Se estas aves voassem, recolhias o sonho....
... mas são de cerâmica, por sinal da minha terra (acho...)
... o que não te impede de sonhar....

Beijo