20080506

Vaiamos,irmãa...


Vaiamos, irmãa, vaiamos dormir

[en] nas ribas do lago, u eu andar vi

a las aves meu amigo.


Vaiamos,irmãa, vaiamos folgar

[en] nas ribas do lago, u eu vi andar

a las aves meu amigo.


En nas ribas do lago, u eu andar vi,

seu arco nas man'as aves ferir,

a las aves meu anigo.


En nas ribas do lago, u eu vi andar,

seu arco na mãao a las aves tirar,

a las aves meu amigo.


Seu arco na mãao as aves ferir,

alas que cantavan leixá-las guarir,

a las aves meu amigo.


Se arco na mãao as aves tirar,

a las que cantavam nom nas quer matar,

a las aves meu amigo.


Fernando Esquio ,
(CV902,CBN 1246)

Vaiamos- vamos
ribas - margens
u - onde
tirar - atirar
guarir- deixá-las sem ferida
Imagem(C) Ruth Sanderson


12 comentários:

Méon disse...

Olá, Avelã!
Juro que ouvi o alaúde... e os guizos do bobo que se agitava encostado ao escabelo do amo... e o tinir das esporas de um cavaleiro acabado de chegar...

Que belo folgar en nas ribas do lago!

Jinhos!

papagueno disse...

Lindo, adoro as cantigas de amigo.
Bjs

Red Woman disse...

Será possível que cada vez que entro aqui parece que regresso ao Liceu de Oeiras?

Ehehehehehh

Beijos

avelaneiraflorida disse...

Méon,

e como seria leda a festa!!!!
Mundo mágico este ...do tempo das catedrais e dos cavaleiros, dragões e donzelas!!!

Dia BOM!!!

avelaneiraflorida disse...

Amigo Papagueno,

As cantigas de amigo são a transparência dos sentimentos!
Ainda que formalmente sejam produções literárias...
bjkas!!

avelaneiraflorida disse...

Querida RED WOMAN,

boa!!!! mas,para mim, era mais Liceu Rainha D. Leonor!!!!!!

Bjkas!!!

Victor disse...

Querida Avelaneiraflorida
Simplesmete maravilhoso. O encantamento de um cancioneiro que urge não se perder.
Beijinhos.

Ema Pires disse...

Querida amiga,
Obrigada por partilhar esta maravilha. Eu também estive a ouvir um trovador a cantar esta linda cantiga de outros tempos.
Beijinhos

avelaneiraflorida disse...

Amigo Victor,

e nesta simplicidade se encontra o mais profundo sentir...

Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
avelaneiraflorida disse...

Querida Ema,

Estas cantigas dizem tanto...
Só mesmo ouvindo...com o coração!!!!

Bjkas!!!

Anónimo disse...

acredito que o verso oito esteja com a escrita errada, pois não há paralelismo na escrita, nem confere com outras versões da internet, mesmo com as mais recomendadas como a de Spina (books.google.com.br)