20080516

Noite e Dia


E então a noite caiu, para que não se falasse

do cair da noite. a noite caiu tão fria como as

últimas noites que caíram, neste principio de

Inverno, e ninguém pôs um colchão por baixo

dela para que a noite não se magoasse, ao cair.

A noite limitou-se a cair, e com ela caiu o céu

sem lua, com todas as estrelas do uiverso a

caírem com ela. Só os olhos não caíram, porque

para verem o céu e as estrelas que o enchiam

tiveram de se levantar. e foi preciso falar

do cair da noite para que os olhos tomassem

a direcção do céu, e descobrissem tudo o que

havia no céu sem lua. " Deixem cair a noite",

disse alguém. e logo alguém pediu que o

dia se levantasse, como se uma coisa estivesse

ligada à outra. Então, o dia levantou-se da

noite que caiu; e a noite caiu sobre o dia

que se levantava, para que a sua queda fosse

amparada pelo colchão do dia, e as estrelas

tivessem onde pousar, à medida que caíam.


Nuno Júdice
in As Coisas Mais Simples
Imagem (C) Ben Goossens

18 comentários:

Ad astra disse...

Gosto tanto do Nuno Júdice!

E de repente o dia sorriu...
um beijinho com carinho para ti minha amiga

Maria disse...

Gosto do Nuno Júdice.
é um excelente poema para o fim de semana....

Beijos

papagueno disse...

"Então, o dia levantou-se da
noite que caiu; e a noite caiu sobre o dia
que se levantava, para que a sua queda fosse
amparada pelo colchão do dia, e as estrelas
tivessem onde pousar, à medida que caíam"
Nunca vi a sucessão dos dias e noites descrita de maneira tão bonita.
Bjks

Luís Galego disse...

Aqui vai um poema do Nuno Judice para a troca:

Nunca são as coisas mais simples que aparecem
quando as esperamos. O que é mais simples,
como o amor, ou o mais evidente dos sorrisos, não se
encontra no curso previsível da vida. Porém, se
nos distraímos do calendário, ou se o acaso dos passos
nos empurrou para fora do caminho habitual,
então as coisas são outras. Nada do que se espera
transforma o que somos se não for isso:
um desvio no olhar; ou a mão que se demora
no teu ombro, forçando uma aproximação
dos lábios.

Professorinha disse...

Essa imagem está fantástica... fiqeu a olhar para ela um bom bocado... linda...

A notie caiu... e eu vou com ela...

Beijos

Méon disse...

Gostei muito, Avelã!
Liiiiindo!
Dia bom!

António Inglês disse...

Por cada noite que cai, um novo dia se levanta.
Bom pensamento para começar um fim de semana.
Um abraço de amizade
António

quink644 disse...

Um beijinho Avelaneira, tenho que voltar com mais tempo...

avelaneiraflorida disse...

Querida Ad Astra,

Sempre a AMIZADE nas palavras e na presença!!!!
Sou eu quem agradece!!!!!

Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Maria,

e Nuno Júdice usa as palavras para nos devolver o sentir!!!!
Vale a pena, sempre, relê-lo!!!

Bjkas!!!

avelaneiraflorida disse...

Amigo Papagueno,

e essa sucessão dá-nos o sentir da VIDA!!!!

Bom fim de semana!!!!
Bjkas!!

avelaneiraflorida disse...

Amigo Luís,

"Brigados" pelo poema...
Nuno Júdice tem, de facto, o dom especial de nos fazer sentir de forma impressiva!!!!

Bom fim de semana!!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Professorinha,

E que a noite seja para recuperar forças para o dia...para os dias!!!!

Bjkas!!

avelaneiraflorida disse...

Méon,

e que seja igualmente bela...
a noite!!!!

avelaneiraflorida disse...

Amigo António,

e que os dias e as noites sejam para partilhar a VIDA!!!

Bom fim de semana!!!!
Bjkas!!

avelaneiraflorida disse...

OLÁ, QUINK644!!!!!!!

Bem vindo!!!!
Espero bem que tudo continue a ser "filosoficamente" digerido!!!!!
Volta sempre!!!!

bjkas!!!

Fragmentos Culturais disse...

... um dos meus poetas favoritos, Nuno Júdice!

Acaba de publicar um novo livro! Sempre um prazer estético e sensível lê-lo!

Sensibilizada pelo teu olhar amistoso em 'fragmentos'!

Bom domingo!

Um beijo

avelaneiraflorida disse...

Fragmentos,

Que boa novidade saber de novo livro de Nuno Júdice!!!!
será, certamente, mais um belo mundo de palavras e sentires...
" Brigados" pela partilha!!!!

Bjkas!!!