20080508

SEMPRE


[...]

E a voz do mar encheu o céu e a terra

Uma voz que está cheia e que se quebra

E nunca mais acaba.

[...]


Sophia de Mello Breyner Andresen
in Cem Poemas Portugueses no Feminino
Imagem C) Donnalee Dunne
2007,Gallery 25 All Rights Reserved

6 comentários:

papagueno disse...

A Sophia e o mar dois inseparáveis.
Bjks

Maria disse...

É uma voz que nunca se acaba, a do mar.
É uma voz para sempre, a do mar.
Excelente Sophia, que a quero todos os dias....

Beijos

Sophiamar disse...

A voz do mar e Sophia, sempre inseparáveis.
" Quando morrer voltarei para buscar os instantes que não vivi junto do mar"- escreveu.

Beijinhosssss

avelaneiraflorida disse...

amigo Papagueno

e o mar nunca se esquecerá das palavras de Sophia!!!!

Bjkas!

avelaneiraflorida disse...

Querida Maria,

e nas vozes ...e no mar...a vida se preenche!!!

Bjkas!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Sophiamar,

e com ela bem o soube dizer!!!!
Um desejo de azul imenso!!!

Bjkas!!