20070927

Outras palavras...o mesmo sentir!!!


Regaram-no as chuvas da abastança:

E saudosas frases me vêm à lembrança.


Cumes cobertos de moitas floridas

De bordados mantos, sendas não esquecidas.


Sim, como esquecer-me das horas passadas

No tropel louco de ingénuas cavalgadas?


Ai como era doce esse meu folguedo,

Passarinho à toa esvoaçando ledo.


Dias tão felizes, bordados em flor,

Vento nas minhas vestes murmurando amor.


Ibn'Abdun (séc. XII)

in O Meu Coração é Árabe

8 comentários:

veritas disse...

Todos os dias assim são inesquecíveis...

Bjs. Boa semana.

Mário Margaride disse...

Querida amiga,

Belíssimo poema!

"Regaram-no as chuvas da abastança:
E saudosas frases me vêm à lembrança.
Cumes cobertos de moitas floridas
De bordados mantos, sendas não esquecidas."

Gostei muito!

Beijinhos

Ad astra disse...

Olha que esse n�o conhecia mesmo.
Gostei
Um beijinho

Jose Gonçalves disse...

Tantas saudades...tantas...
Um beijinho
José Gonçalves

avelaneiraflorida disse...

Amiga Veritas,

muitos dias destes já se foram...

Aguardemos por outros...
A vida prossegue...

Bjks

avelaneiraflorida disse...

Amigo Mário,

Os poetas entendem-se, não é??

Que bom ter um poeta na minha mesa de Amigos!!!!!
BJKS

avelaneiraflorida disse...

AD Astra, Amiga

A poesia árabe tem verdadeiras pérolas literárias...é um mundo imenso!!!!

Eu gosto muito de o visitar! E de vez em qaundo vou deixando um poeta com palavras diferentes ,mas com a mesma emoção!!!!
Bjks

avelaneiraflorida disse...

Amigo José Gonçalves,

O que não nos deixa saudade dos tempos em que fomos ingénua e totalmente felizes????

Bjks