20070924

Balada do Outono


Águas e pedras do rio
Meu sono vazio
Não vão acordar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar
Rios que vão dar ao mar
Deixem meus olhos secar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar
Águas do rio correndo
Poentes morrendo
P'rás bandas do mar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar
Rios que vão dar ao mar
Deixem meus olhos secar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar
Letra e música: Zeca Afonso
(fado de Coimbra)

17 comentários:

Méon disse...

Li tudo o que está antes e, como sempre, gostei muito.

Mas esta balada do Zeca!!!

E assim começo o dia, levando no bolso uma balada e um SMS que alguém muito querido me enviou há pouco.

Obrigado, Vida!

Jose Gonçalves disse...

Avelaneiraflorida

De novo o Outono. Mais um. Eu gosto.
Uma boa semana e tem um doce à sua espera em minha casa.
Obrigado pela sua visita e pelas suas amáveis palavras.
Um beijinho
José Gonçalves

murmurios disse...

Avelaneira venho desejar-te uma boa semana, a trago uma prendinha para ti, um poema sobre o outono de um dos meus poetas favoritos (Charles Beaudelaire)

Chant d'Automne

Bientôt nous plongerons dans les froides ténèbres ;
J'écoute en frémissant chaque bûche qui tombe
Tout l'hiver va entrer dans mon être : colère
Mon esprit est pareil à la tour qui succombe

J'aime de vos longs cheveux la lumière verdâtre,
Douce beauté, mais tout aujourd'hui m'est amer,
Et rien, ni votre amour, ni le boudoir, ni l'âtre,
Ne me vaut le soleil rayonnant sur la mer.

Et pourtant aimez-moi, tendre coeur ! Soyez mère,
Même pour un ingrat, même pour un méchant ;
Amante ou soeur soyez la douce éphémère
D'un glorieux automne ou d'un soleil couchant.

Courte tâche ! La tombe attend, elle est avide !
Ah ! laissez-moi mon front posé sur vos genoux,
Goûter, en regrettant l'été blanc et torride,
De l'arrière-saison le rayon jaune et doux !

(Les Fleurs du mal)

monge e eremita disse...

Olá avelaneiraflorida

Que bela manhã outonal nos propocionaste, minha amiga, com este fado coimbrão do José Afonso. Ainda sou do tempo em que, me deliciava a "sacar" as letras das músicas do Zeca de um velho leitor de cassetes e as escrevia religiosamente no caderno para depois melhor o acompanhar.
E hoje, por graças, tudo à distância de um "clic"! Boas recordações. Bem hajas.

bj

monge

oceanus disse...

Sempre que passo pelo teu espaço fico maravilhada com a tua sensibilidade...

e...este do Outono com aromas (ou sons) próprios da época... obrigada!

beijinhos do fundo do Oceanus

avelaneiraflorida disse...

Méon, MEU AMIGO,

Zeca tinha de estar no inicio do outono ....como estará em todas as estações!!!!!

Ele que tão simplesmente cantou a VIDA e lhe deu força tamanha!!!!

UM DIA BOM,PARA TI!

avelaneiraflorida disse...

Amigo José Gonçalves,

Um Doce?????? ai o meu colesterol!!!!!!
Mas claro que o visitarei com todo o gosto ...mesmo antevendo que esse doce...me vai dar "dores de cabeça"!!!!!
Um resto de BOM DIA!!!!!
Bjks

avelaneiraflorida disse...

Murmurios,
QUE PRENDA TÂO LINDA!!!!

EU ADORO BAUDELAIRE!!!!
Vou postá-lo no meu cantinho, como retribuição da tua gentileza!!!!!
" BRIGADOS"!!!!!!!!

UMA BOA SEMANA,TAMBÈM!!!!!!
Bjks

avelaneiraflorida disse...

Amigo monge,

Também fiz "coisas" dessas com canções de que gostava muito e com os libretos de óperas...
Ainda tenho esses rabiscos!!!!
Não os trocava por nada do mundo!!!
O Outono aí está...
apreciemo-lo!!!!!
Bjks

avelaneiraflorida disse...

Oceanus,

Também o mar sente o Outono... mas disso encontrarei, decerto, lindas imagens no teu cantinho...

Bjks

veritas disse...

Lindo fado,o seu cantar será eterno...

Bjs. Boa semana.

samuel disse...

Esta é uma das que eu duvido que consiga cantar em público até ao fim, como já me aconteceu com outra cantiga dele, há bem pouco tempo...
Mas isso é outra história.
Belo blog!
(acho que o vou linkar)

papagueno disse...

Uma maravilhosa balada do Zeca. A segunda quinzena de setembro deixa-me sempre trite é o adeus ao Verão.
Beijinhos

avelaneiraflorida disse...

Amiga Veritas,

Nunca Zeca será esquecido!!!!!
Uma Boa semana Também para ti!
BJKs

avelaneiraflorida disse...

BEM VINDO SAMUEL,

Agradeço a gentileza das palavras!

Esta balada é imortal na voz de ZECA!!!!
UMA BOA NOITE!

VOLTE SEMPRE!

avelaneiraflorida disse...

Papagueno, Amigo,
Não fiques triste!!!!
A natureza precisa desta renovação para ela própria se reencontrar e nos oferecer outras dádivas nos dias que vierem...

E as cores, os sons, os odores do Outono, Já reparaste na sua especial beleza???
BJks

papagueno disse...

Eu sei que é belo, tudo na natureza é belo, até o Inverno. Mas o fim de Setembro traz-me sempre esta nostalgia, em Outubro já passou.
Beijinho