20070526

"RAPINADO" - UM NOME

Vou guardar as tuas mãos na paixão que tenho por ti,

mas não te posso revelar o meu nome, nem precisas de o saber.

Chama-me o que quiseres, dá-me um nome para que possamos

amarmo-nos.

Aquele que tinha perdi-o no caminho até aqui.

Pertencia a outra paixão, e já a esqueci.

Dá-me tu um nome para eu poder ficar contigo...



Al Berto


"Rapinado" com a devida autorização de Papagueno!!!!
mas o Bairro do Amor tem outros poemas igualmente bonitos...

4 comentários:

Sam Well disse...

Directo, sem rodeios. às vezes é preciso ir por aí...
Al Berto, está tudo dito.

avelaneiraflorida disse...

De facto!

papagueno disse...

É partilhado e as coisas boas também se partilham.
Jinhos

avelaneiraflorida disse...

Obrigado,Papagueno!