20071124

COMO DESEJARIA....


[...]

Ó clareiras do bosque! ó penumbras sagradas!...

Como o sol entra aqui a rir às gargalhadas,

E como a natureza é virginal e é pura!

A alma se me esvai, fundida de ternura,

Em murmúrios de amor, em êxtases de crente!...

Como isto moraliza e diviniza a gente!

Dá-me vontade de ir subindo essas encostas,

Ajoelhando, a beijar a terra de mãos postas!

Eu quisera enroscar-me aos robles como a hera,

Ser perfume no lírio e ser vigor na fera,

Desfazer-me, diluir-me em luz, em ar, em cores,

Semearem-me e nascer todo o meu corpo em flores,

Com as águias voar no oceano do infinito,

Ser tronco, ser reptil, ser musgo, ser granito,

De forma que eu andasse, em átomos disperso,

No céu, no mar, na luz, na terra - no universo!...
[...]

Guerra Junqueiro,
in Musa em Férias

Foto "rapinada" de AO RODAR DO TEMPO

20 comentários:

Fátima disse...

Olá amiga avelaneiraflorida,

Que lindo momento de PAZ!

Bom fim-se-semana

:-) Beijinhos

papagueno disse...

Que belo poema sem dúvida inspirado nas lindas paisagens transmontanas.
beijos e bom fim-de-semana

avelaneiraflorida disse...

Querida Fátima,

A Natureza dá-nos PAZ...os poetas sabem-no!!!!!

O ser humano é que ainda não percebeu isso!!!!

UM EXCELENTE FIM DE SEMANA!!!!!

BJKS, Amiga!

avelaneiraflorida disse...

Amigo Papagueno,

Esta paisagem, com o seu castelo,perdida no meio da floresta...seria o reino perfeito para morar!!!!
Acho que as minhas escamas, adorariam o sol que passa pelas folhas das árvores altas...e até nem se notaria tanto o meu hálito a enxofre!!!!!!!!

UM EXCELENTE FIM DE SEMANA!!!!!!
BJKS, AMIGO!!!!

Luís Galego disse...

Ser tronco, ser reptil, ser musgo, ser granito,


De forma que eu andasse, em átomos disperso,


No céu, no mar, na luz, na terra - no universo!...

Que bom ler Guerra Junqueiro, aqui, ao final da tarde...

SILÊNCIO CULPADO disse...

É a ternura e o amor que embelezam a vida. Onde há amor e ternura não medra a erva daninha, ninguém morre à fome ou à sede, ninguém tem frio nem sente solidão. Onde há amor e ternura todas as pessoas são gente.

avelaneiraflorida disse...

Caro Luís,

"Brigados" pela presença...

Só mesmo o sentir deste poeta poderá trazer-nos a tranquilidade do dia que finda...
UM EXCELENTE FIM DE SEMANA!!!!

avelaneiraflorida disse...

Silêncio culpado,

NADA MAIS VERDADEIRO!!!!!!
Pena que os seres humanos esqueçam DIARIAMENTE que o OUTRO é seu IGUAL!!!!

Que possamos transmitir essa VERDADE às gerações mais novas...
UM BOM FIM DE SEMANA!!!
BJKS

Rhiannon disse...

Cara Avelaneira

Pela força deste post, nas palavras de Guerra Junqueiro, deixo aqui, para ti, este som de Yoshikazu Iwamoto (The Spirit of Silence):

http://catinu.paginas.sapo.pt/Music/iwamoto.mp3

bjo

Paulo Sempre disse...

Há palavras carregadas de realidades "grandes"...que vêm dos confins dos tempos...
Palavras, ainda assim, demasiado verdadeiras..

Carminda Pinho disse...

Um lindo poema à natureza.
Beijinhos e bom domingo.

Tiago R Cardoso disse...

Estava mesmo a precisar de um momento destes, obrigado.

avelaneiraflorida disse...

Amiga RHIANNON,

Que presente LINDO!!!!!!!
"Brigados"!!!!!
Que sejam iluminados os teus dias!!!!
Bjks

avelaneiraflorida disse...

Caro Paulo,

As palavras perante a realidade da Mãe natureza...murmuram e deixam-se sentir!!!!

UM EXCELENTE FIM DE SEMANA!!!

avelaneiraflorida disse...

Querida Carminda,

Que o seja para TI, Também!!!
"Brigados" pela presença!!!!

Bjks

avelaneiraflorida disse...

Caro Tiago,

E onde encontrar forças e tranquilidade...senão na NATUREZA?????

UM BOM DOMINGO!!!!!!

Méon disse...

O poema certo para aquele lugar maravilhoso.
Obrigado, Avelã.

avelaneiraflorida disse...

Méon, Meu Amigo

Um lugar destes só os poetas sabem pintar...

Um BOM RESTO DE DOMINGO!!!!!

Brancamar disse...

Que maravilha!Que fusão perfeita entre o homem e a natureza!Que apelo fantástico que Guerra Junqueiro sentia da mãe Terra!
"...e nascer todo o meu corpo em flores,...", "De forma que eu andasse, em átomos disperso,/No céu, no mar, na luz, na terra - no universo!...".
Desculpa a repetição, é tão belo que apetece declamar e deixarmo-nos ir nesta fusão com a natureza.
Beijinhos

avelaneiraflorida disse...

Querida Brancamar,

E quem melhor do que a Natureza para nos rodear,nos fazer sentir????

Bjks